Imprensa Oficial indica a leitura para estimular o desenvolvimento pessoal e a criatividade

0

Promover a leitura desde os primeiros anos de vida pode resultar em benefícios surpreendentes

 

 

Em um estudo divulgado pela Nielsen BookData, empresa especializada em análise de dados do setor editorial, e apresentado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) em 2023, constatou-se que apenas 16% dos brasileiros maiores de 18 anos adquiriram livros no período analisado. Essa estatística revela que, em um país com cerca de 203 milhões de habitantes, segundo o Censo 2022 do IBGE, há apenas 25 milhões de leitores ativos.

A baixa procura por títulos ressalta a importância de desenvolver o hábito de consumir a literatura, que traz benefícios significativos para o desenvolvimento pessoal e a saúde mental da população. De acordo com Clarice Maia, coordenadora editorial da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, praticar o hábito de leitura é uma forma de entretenimento, um meio de comunicação ou até um caminho simples e acessível para adquirir conhecimento. “O hábito de ler não deve ser uma tarefa chata, pelo contrário, é um aliado ao desenvolvimento pessoal e pode ser adaptável entre as atividades diárias de qualquer pessoa”, destaca.

Clarice conta que, criar esta rotina com os livros, não só permite a experiência de novos contextos, mas também oferece múltiplas vantagens para o desenvolvimento pessoal e profissional de cada pessoa. Além da melhoria da concentração, a expansão do vocabulário e o estímulo à criatividade. A arte de se praticar a leitura é indispensável para promover o fortalecimento da evolução.

Promover a leitura desde os primeiros anos de vida pode resultar em benefícios surpreendentes. Conforme o artigo publicado em 2023 pela organização educacional Rede Verbita, cultivar o hábito de ler desde a infância é fundamental para os pais e deve ser integrado à vida da criança. Ler para um bebê, por exemplo, não só estimula a compreensão como também contribui para o reconhecimento de pessoas, devido à sonoridade da voz, e para a familiaridade com a linguagem. Além disso, essa prática não apenas alimenta a imaginação e a fantasia da criança, mas também contribui para o desenvolvimento cognitivo e emocional.

CRIANDO O HÁBITO DE LEITURA

Para instruir o hábito de leitura no cotidiano é essencial definir metas, criar um objetivo que ativa funções cerebrais relacionadas à motivação, planejamento e controle emocional, proporcionando foco e direção. Um exemplo disso é fixar a meta de ler um livro no mês, o que incentiva a prática constante de consumo de obras.

Assim como o tempo livre disponibilizado no dia a dia de cada pessoa, comparar rotinas diferentes não é eficaz, já que cada um vive realidades completamente distintas. Como, por exemplo, quem sai de casa para trabalhar às 5 horas da manhã e retorna às 22 horas, não deve ter a meta de leitura de quatro horas por dia. É essencial compreender os horários livres e planejar quando a leitura será praticada.

PLANEJAMENTO E FOCO

O planejamento, além de reduzir a sobrecarga cognitiva, ajuda o cérebro a se concentrar e resistir às distrações ao redor. Assim, se há um livro de 300 páginas para ler em 30 dias, divida-o em partes iguais de acordo com o tempo disponível, lendo 10 páginas por dia no tempo livre identificado na rotina.

Manter o foco é essencial para persistir em um resultado satisfatório. O horário usualmente voltado para a navegação nas redes sociais pode ser substituído pelo hábito de leitura sem distrações, sem negociações e, preferencialmente, sem o celular. Será um ótimo momento para ler um livro acompanhado de um café fresquinho.

ADAPTAÇÃO E CONSTÂNCIA

Caso não seja possível atingir o objetivo, não há problema. Basta reavaliar o método. Se o plano era de ler um livro por mês, pode ser adaptado para a mesma quantidade em um tempo maior, como dois meses. A importância não está na quantidade lida, mas sim na constância. Cada pessoa tem um ritmo, e a leitura também pode se adaptar a isso.

Caroline Oliveira / Ascom Imprensa Oficial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *