Polícia Civil conclui inquérito que apurou cárcere privado e tentativa de estupro de criança de 8 anos

0

A Polícia Civil informou, por meio do 107º Distrito Policial (107ºDP), sob o comando do delegado Paulo Cerqueira, que concluiu e remeteu à Justiça, nessa terça-feira (2), o inquérito que apurou o criem e cárcere privado e tentativa de estupro de uma criança de 8 anos, moradora da área urbana de Novo Lino-AL.

De acordo com as informações policiais, O caso aconteceu no final do mês de janeiro desse ano e teve como autor um vizinho, um adolescente de 16 anos, com problemas mentais.

Em depoimento, a mãe da criança declarou que sua filha brincava na porta de casa quando foi chamada pelo autor para entrar na casa do mesmo e pegar um brinquedo. Após a mãe perceber sumiço da menina e a procurar, escutou gritos e entrou na casa do vizinho. Nesse momento, presenciou sua filha na cama do adolescente, seminua, com as mãos amarradas com um fio de carregador de celular e um pano na boca. O adolescente estava com uma faca na mão e um copo com óleo de cozinha.

O estupro não havia se consumado porque a mãe do autor chegou a tempo e conseguiu o impedir. Como o adolescente estava em surto e discutindo com sua genitora, a mãe conseguiu resgatar a menina e pedir auxílio ao Conselho Tutelar da região que as encaminharam para o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Novo Lino.

As providências policiais foram tomadas e a vítima encaminhada para cuidados médicos e exames complementares, no Hospital da Mulher em Maceió.

Segundo o Delegado Paulo Cerqueira, a mãe do adolescente confirmou todo o acontecimento e juntou documentos que comprovam que seu filho é portador de problemas mentais e faz uso de remédio controlado. Mesmo assim, o adolescente foi indiciado ato infracional análogo ao crime de cárcere privado e tentativa de estupro de vulnerável e colocado à disposição da Justiça.

 

Por Assessoria PC/AL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *