Solto após condenação por estupro, Daniel Alves passeia de mãos dadas com Joana Sanz por Barcelona

0

 

 

Ex-lateral da seleção brasileira, Daniel Alves retoma a vida aos poucos após ter sido libertado, em março, da prisão onde estava desde janeiro de 2023. Ele aguarda solto a análise dos recursos de uma condenação de 4 anos e meio por estuprar uma jovem numa boate de Barcelona. A revista “Diez Minutos” compartilhou uma imagem do ex-jogador com a modelo Joana Sanz, num passeio de mãos dadas pelas ruas da cidade espanhola.

Até agora, Daniel Alves só havia sido visto ao lado da advogada, Inés Guardiola, enquanto ia ao tribunal de Barcelona. Além de não poder deixar a Espanha e entregar seus passaportes brasileiro e espanhol, entre outras medidas restritivas, ex-lateral se comprometeu a comparecer semanalmente diante da Corte. Dias após a soltura, Joana Sanz publicou uma foto em que as mãos do companheiro apareciam.

A revista afirma que Daniel Alves e Joana Sanz foram às compras e, depois, entraram num restaurante “exclusivo” do centro de Barcelona. O brasileiro aparece com a mesma roupa com que foi ao tribunal na última sexta-feira, 12 de abril.

Após publicar o primeiro registro com Daniel Alves depois da saída do jogador da prisão, a modelo Joana Sanz sofreu muitas críticas nas redes sociais. O casal, que vive uma conturbada história desde 2015, não parece ligar para os julgamentos recebidos, apesar de a modelo ter deixado de seguir o ex-jogador brasileiro no Instagram.

Joana, aliás, foi um dos depoimentos ouvidos pela juíza Isabel Delgado Pérez, responsável pelo caso de Daniel Alves. Ela foi convocada pela defesa do brasileiro e garantiu que o marido regressou “depois das 4h da manhã”. “Ele chegou em casa muito bêbado, com cheiro de álcool. Ao entrar no quarto, bateu no armário e em uma mesinha da direita e desabou na cama”, disse.

Desde que o caso de estupro do brasileiro veio à tona, Joana e Daniel Alves viveram altos e baixos no relacionamento. Inclusive, a modelo chegou a indicar o término do casamento entre eles, mas posteriormente desistiu de se separar por “não querer deixar o marido de lado nessa situação tão difícil”.

Em março do ano passado, Joana havia indicado o término de seu casamento com o ex-jogador. Ela postou em seu Instagram uma carta escrita à mão, onde diz que ama e sempre amará o marido, mas afirma que está encerrando uma etapa de sua vida que começou no dia 18 de maio de 2015, data em que os dois começaram a namorar.

No entanto, Joana Sanz reatou com o jogador e recebia cartas de Daniel Alves da prisão a cada duas semanas. A última, inclusive, foi compartilhada nas redes sociais pela modelo e trazia uma declaração de amor: “Por um beijo da magrinha eu daria qualquer coisa. Por um beijo dela, mesmo que fosse só um. Onde estar, tanto faz, tanto faz, mas com você ao meu lado sempre. Te amo”.

Carta recebida por Joana Sanz — Foto: Reprodução

Carta recebida por Joana Sanz — Foto: Reprodução

Segundo o programa ‘Fiesta’, da ‘Telecinco’, Joana Sanz, inclusive, já havia se encontrado com Daniel Alves antes mesmo da publicação da foto de mãos dadas. O portal informou que a modelo teria visitado o ex-lateral na sua casa em Barcelona, no último final de semana, logo depois da soltura do brasileiro, que está em liberdade provisória.

O casal passou por muitas idas e vindas entre janeiro e outubro do ano passado. Segundo o programa TardeAR, também do canal espanhol Telecinco, a modelo teria desistido de se separar do jogador por “não querer deixar o marido de lado nessa situação tão difícil”. A imprensa espanhola também noticiou que ela voltaria a residir em Barcelona, na casa do casal. Ela estava morando em Madri desde o início do processo do jogador de futebol.

Daniel Alves e Joana se conheceram em 2015 e se casaram dois anos depois, em Ibiza. Joana é a segunda esposa do jogador. Quando o caso de agressão sexual ganhou os holofotes, a modelo fez várias postagens em suas redes sociais que falavam sobre “aguentar firme”. Na época, a espanhola foi criticada por, supostamente, apoiar o marido.

Três dias antes de Daniel Alves ter a prisão preventiva decretada, em 20 janeiro de 2023, Joana havia perdido sua mãe, que teve um tumor no útero. Quando o jogador foi preso, a modelo chegou a gravar um vídeo agradecendo as mensagens de apoio pelo momento difícil que estava passando e também postou uma foto de mãos dadas com o jogador que tinha como legenda “juntos”.

Por O Globo — Barcelona

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *