Bruno Pivetti exalta atuação do CSA contra o Cruzeiro: “O placar poderia ter sido mais elástico”

0

Por Redação do ge — Maceió

o poder do conjunto do CSA na vitória sobre o Cruzeiro. Após o triunfo deste domingo, por 2 a 1, ele comentou que time alagoano dominou o adversário e que a diferença poderia ser maior.

– É a demonstração da nossa força. A nossa força vem justamente dessa união. Tivemos um percalço na bola parada com cinco minutos de jogo, coisa que não vinha acontecendo, não vínhamos tomando gol de bola parada, nem finalização proporcionávamos ao adversário. Infelizmente, num descuido, sofremos o gol, mas tivemos maturidade suficiente para dominar um grande adversário, com e sem bola, no dia de hoje, criando inúmeras situações de gol. O placar poderia ter sido mais elástico.

Na opinião de Pivetti, o CSA apresenta um crescimento na competição. Foi a segunda vitória seguida da equipe no Brasileiro.

– A equipe vem evoluindo não só do ponto de vista ofensivo, mas também defensivo, nas transições. Estamos com futebol cada vez mais equilibrado.

 

Para o jogo contra a Ponte Preta, quarta, o CSA não vai contar com Iury Castilho, que recebeu o terceiro cartão amarelo. O zagueiro Matheus Felipe sentiu cãibras e foi substituído por Wellington, no segundo tempo.

Pivetti preferiu não adiantar se vai manter em Campinas a base que iniciou a partida deste domingo.

– Ainda é cedo porque o intervalo entre um jogo e outro é extremamente curto. Precisamos fazer as avaliações, principalmente junto ao Departamento Médico, para visualizarmos aqueles jogadores que têm as melhores condições para serem escalados na quarta-feira e corresponder com o mesmo nível de intensidade altíssimo que nós tivemos hoje.

Com a vitória, o CSA subiu para o 11º lugar, com oito pontos. A partida contra a Ponte está marcada para as 16h30 da quarta, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *