Despedida, lesões, queda de rendimento… Pivetti tem problemas para ajustar o ataque do CSA

0

Por Redação do ge — Maceió

O primeiro desafio do técnico Bruno Pivetti na Série B é arrumar o setor ofensivo do CSA. Perdas recentes e até a queda de produção de jogadores importantes, diminuíram a força do ataque da equipe.

A última baixa foi o atacante Rodrigo Pimpão. Titular desde o ano passado, ele acertou com o Operário-PR e se despediu do CSA após a conquista do título alagoano, na semana passada.

Na estreia da Série B, contra o Náutico, Pivetti escolheu Aylon para atuar na esquerda. O atacante, no entanto, ainda não se destacou na equipe.

Em 13 jogos pelo CSA, não marcou nenhuma vez e também tem participado pouco das principais ações ofensivas. Costuma sair no segundo tempo.

Do outro lado, Marco Túlio caiu de produção. Ele chegou a ser destaque do time no ano, mas não foi bem contra o Náutico e acabou substituído por Silvinho, que melhorou o desempenho da equipe na etapa final.

Mesmo assim, o CSA criou apenas duas chances no jogo e perdeu do time pernambucano por 1 a 0, nos Aflitos.

Cadê o Dellatorre?

Artilheiro do CSA em 2021, com 12 gols, Guilherme Dellatorre se recupera de uma lesão nas costas e não jogou nas últimas duas partidas, contra CRB e Náutico. Fez falta. Iury Castilho, o substituto contra o time pernambucano, não foi bem nos Aflitos.

Outra peça importante da equipe, o meia Bruno Mota também levou uma pancada nas costas e vai ser reavaliado durante a semana. A expectativa do técnico é que ele, Dellatorre e o meia Gabriel (desgaste muscular) possam jogar no próximo sábado, contra o Sampaio Corrêa, no Rei Pelé.

Técnico Bruno Pivetti ainda ajusta a equipe do CSA — Foto: Augusto Oliveira/Ascom CSA

Técnico Bruno Pivetti ainda ajusta a equipe do CSA — Foto: Augusto Oliveira/Ascom CSA

Essas três peças ajudariam Pivetti a melhorar a qualidade ofensiva do CSA na próxima rodada da Série B. O treinador também pode receber reforços.

– Tivemos alguns desfalques, obviamente que estamos completamente comprometidos com a evolução interna da equipe, mas sempre atentos ao mercado. Caso precisemos de uma peça pontual, não tardaremos em recorrer ao mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *