Movimentos preparam protesto para pedir revogação de título de cidadão honorário a Bolsonaro em Maceió

0

Os movimentos sociais em Maceió planejam realizar um protesto em frente à Câmara de Vereadores para pedir a revogação do título de cidadão honorário ao presidente Jair Bolsonaro. A horaria foi aprovada na semana passada e vem gerando bastante debate, principalmente nas redes sociais.

De acordo com a presidente da Unidade Popular (UP), Lenilda Luna, “não é possível que esses parlamentares municipais estejam alheios aos acontecimentos revelados na CPI da Covid. Alô!, representantes de Maceió, acordem! O presidente que vocês estão homenageando boicotou as medidas sanitárias, fez propaganda de medicamento ineficiente, arrancou a máscara até do rosto de crianças”, escreveu ela nas redes sociais.

Além da Unidade Popular, irão participar do protesto integrantes do PT, DCE- Ufal; Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral, Movimento Estudantil Correnteza, PCdoB, PDT, Movimento Caras Pintadas, Psol, Central Única de Trabalhadores, Movimento Unificado dos Servidores de Maceió e Fetam.

Com 16 votos a favor,  6 contra e duas abstenções, os vereadores da Câmara Municipal de Maceió aprovaram, o Projeto de Lei do vereador Leonardo Dias que concede o título de cidadão honorário de Maceió ao presidente Jair Bolsonaro.

Leonardo Dias, autor do PL, agradeceu o caráter democrático da Mesa Diretora e elogiou a pluralidade da Casa e o espírito democrático que pauta os integrantes. As divergências políticas são pontuais, comentou afirmando que “esse é um título merecido por tudo que o presidente tem feito pelo Nordeste, por Alagoas e por Maceió”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *