Quadrilha é flagrada roubando trilhos de trem em Porto Real do Colégio

0

Uma carreta carregada com o material foi apreendida. Motorista foi preso, outras pessoas conseguiram fugir.

 

Um homem de 35 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (16) ao confessar que fazia parte de uma quadrilha que roubava trilhos de trem em Alagoas. A ação do grupo foi flagrada em um trecho da linha férrea que passa por Porto Real do Colégio, no interior do estado. Uma carreta, que já estava carregada do material, foi apreendida.

Os envolvidos arrancavam os ferros dos dormentes e abasteciam o veículo. O trecho da ferrovia está desativado. Policiais do Núcleo de Investigação Especial da Polícia Civil, coordenado pelo delegado Sidney Tenório, receberam a informação de que uma carreta suspeita havia atolado na entrada do povoado Taperinha.

Carreta carregada com trilhos de trem roubados em Alagoas — Foto: PC-AL

Carreta carregada com trilhos de trem roubados em Alagoas — Foto: PC-AL

Com a ajuda de drones, a quadrilha foi flagrada roubando os trilhos. A carreta estava desatrelada do seu cavalo, e o motorista foi visto em cima dele, em uma posição privilegiada que dava para ver o movimento da BR-101. Enquanto isso, outros integrantes faziam o trabalho de arrancar os ferros e carregar o veículo.

Os policiais fizeram um cerco policial, mas os criminosos conseguiram fugir. Foram feitas diligências no local durante a tarde e noite. Por volta das 21h, o motorista ligou para o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informando que teria sido vítima de um sequestro e que teria tido a carreta roubada.

Os policiais rodoviários acionaram a equipe da Polícia Civil que foi até o local e constatou que se tratava do motorista que estava sendo procurado.

Após entrar em contradição, ele confessou dizendo que saiu de Recife, deixou uma carga de argamassa na cidade de Propriá, em Sergipe, e depois se encontrou com os comparsas no posto fiscal da rodovia. De lá, seguiram para o local onde foram flagrados praticando o crime.

Por Heliana Gonçalves, g1 AL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *