Inter lança campanha e joga com o uniforme sujo de lama contra o Belgrano

0

 

 

O Inter enfrenta o Belgrano, na noite desta terça-feira, pela Sul-Americana, com o uniforme com marcas de lama. Minutos antes da bola rolar na Arena Barueri, o clube lançou a campanha “Marcas da Enchente” em alusão à realidade enfrentada pelo Rio Grande do Sul, afetado pelas inundações.

As camisetas cheia de barro, que os jogadores vestem em Barueri, estão assinadas por todos os atletas e disponíveis em um leilão virtual, com 100% do lucro revertido para ajudar na reconstrução do estado.

De acordo com a ação de marketing, o uniforme “representa a luta de um povo incansável, aguerrido e esperançoso. E, também, o esforço de voluntários de todo o país, que entraram nas águas, na lama e na vida de muitas cidades com amor e solidariedade jamais vistas”.

Além disso, o capitão do Inter, Alan Patrick, está com a braçadeira roxa, com os dizeres “Jogando Juntos”. A ação é uma parceria com o Grêmio, na fusão do vermelho com azul, e o governo do RS.

Wesley em Internacional x Belgrano — Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Wesley em Internacional x Belgrano — Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O time gaúcho está impossibilitado de atuar e treinar em Porto Alegre por conta das enchentes. As estruturas de CT Parque Gigante e Beira-Rio foram fortemente atingidas.

Por ora, o grupo de Eduardo Coudet está hospedado em um resort em Itu, no interior de São Paulo, onde realiza treinamentos. Depois da Arena Barueri, o Colorado mandará a sua próxima partida “em casa” no Alfredo Jaconi, casa do Juventude, em Caxias do Sul.

Camisa do Inter suja de lama — Foto: Ricardo Duarte/Inter

Camisa do Inter suja de lama — Foto: Ricardo Duarte/Inter

Confira a nota do Inter

 

O Inter teve que sair do Rio Grande do Sul para jogar, mas a realidade gaúcha está na mente e no coração de todo o Clube. E agora também está marcada em nosso uniforme. É por isso que o Inter está entrando em campo hoje contra o Belgrano, pela Copa Sul-americana, com o uniforme todo embarrado, cheio de lama: para que o Brasil não esqueça a realidade do Estado e destes jogadores que foram obrigados a enfrentar ao maior desastre ambiental da história do país, que afetou diretamente suas vidas e tirou deles a possibilidade de treinarem e jogarem no seu estádio e na sua cidade, ao lado da sua família, dos seus amigos e na frente da sua torcida.

Este uniforme representa a luta de um povo incansável, aguerrido e esperançoso. E, também, o esforço de voluntários de todo o país, que entraram nas águas, na lama e na vida de muitas cidades com amor e solidariedade jamais vistas.

Belgrano x Inter — Foto: Miguel Schincariol / AFP

Belgrano x Inter — Foto: Miguel Schincariol / AFP

Hoje jogamos com uma camiseta diferente, não apenas como manifesto de uma causa, mas como um pedido de ajuda. Chamamos a atenção dentro do campo para para tudo o que está acontecendo fora dele, porque a tragédia ainda não acabou. 

Essa camisa “embarrada”, que os jogadores do Inter estão vestindo hoje, estará assinada por todos os atletas e disponível em um leilão virtual, com 100% do lucro revertido para ajudar na reconstrução do Rio Grande do Sul.

A campanha jogando junto continua e você também pode doar pelo pix: doações@cufa.org.br – também levaremos esta faixa para dentro de campo, e nosso minuto a minuto reforçará este recado na transmissão colorada.

Se você jogar junto com a gente, espalhando esta mensagem que está no nosso uniforme, é o Rio Grande do Sul que vai vencer hoje.

Por Redação do ge — Barueri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *